quarta-feira, 23 de março de 2011

REUNIÃO COM O SECRETÁRIO DA CULTURA EM MARÇO DE 2011












Na agenda marcada com o Secretário da Cultura Pedro Vasconcellos, realizada na terça-feira dia 22 de março, a comissão organizada pelo Fórum do Livro, tratou de assuntos como o Plano Municipal da Cultura e a Feira do Livro de São Leopoldo deste ano.
O Plano Municipal da Cultura (PMC) foi constituído pelas diferentes linguagens artísticas e movimentos ligados a área da Cultura na Conferência Municipal da Cultura realizada em 2009. Ele prevê todo um planejamento com ações e diretrizes para a área da Cultura no município. O Plano ainda não foi encaminhado para a Câmara de Vereadores para aprovação. O Secretário da Cultura disse que até o término do primeiro semestre de 2011 o PMC será encerrado e encaminhado para a Câmara do município. Segundo ele, o atraso ocorreu principalmente pela demora de alguns dos fóruns (em tese, há um fórum para cada linguagem artística ou representativa no setor da Cultura) que ainda não entregaram as suas considerações finais sobre o Plano. A dificuldade em reunir o Conselho Municipal da Cultura também favoreceu a falta de agilidade na finalização deste processo e o seu encaminhamento para aprovação. Para o Fórum do Livro, Leitura e Literatura, em especial, o PMC contempla temas de extrema importância para o setor do livro como, por exemplo, a regulamentação da Lei Municipal do Livro (Nº 6195, de 23 de abril de 2007).

Reunião na Secretaria da Cultura | São Leopoldo

Na seqüência da reunião, fizemos um pequeno balanço das últimas edições da Feira do Livro de São Leopoldo. Muitos foram os itens identificados como problemáticos na realização do evento como é o caso, por exemplo: da dificuldade orçamentária da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) que, segundo o Secretário, trabalha hoje com uma equipe extremamente reduzida; da realização de dois eventos grandes como a São Leopoldo Fest e Carnaval que demandam um senso de organização e dedicação para a ampliação e captação de recursos em níveis muito altos; a falta de divulgação da Feira. Importa dizer que nos últimos anos a falta de procura por parte da sociedade pela Feira do Livro acaba por derrubar as vendas e conseqüentemente o interesse dos livreiros em participar da atividade. A ausência de público e a falta de livreiros logo refletem no insucesso das palestras e atividades literárias no período da Feira que muitas vezes nem são realizadas pela falta de participantes.
Tiramos os seguintes encaminhamentos no final da reunião: a transferência da data oficial da Feira do Livro que passou de novembro para o início de setembro (de 03 a 11 de setembro, provavelmente); a elaboração de um projeto para captação de recursos para esta Feira, por parte da pessoa responsável pela captação de verbas da SMC com o auxílio de um participante do Fórum do Livro; o fechamento da programação cultural da feira até a data de inicio da São Leopoldo Fest onde será lançada a Feira do Livro de São Leopoldo de 2011; a produção, impressão e distribuição do material promocional da Feira com, no mínimo, um mês e meio de antecedência; contatos para estabelecer parcerias e possíveis apoiadores para o evento.
O Fórum do Livro, Leitura e Literatura agendará uma reunião com a atual Secretária da Educação —com a presença do Secretário da Cultura— com o objetivo de estabelecer uma conversa entre as duas Secretarias e discutir o papel da Educação na realização da Feira do Livro da cidade.
Todas as reuniões e agendas com o Poder Público estão registradas em Ata com as respectivas assinaturas de seus participantes. Este material será compilado e organizado para que seja discutido posteriormente com o Prefeito de São Leopoldo Ary José Vanazzi, na intenção de concretizar propostas e comprometer todas as áreas e pessoas envolvidas neste processo.
Ainda há muito a ser feito para que tenhamos uma Feira do Livro adequada para a cidade. Uma das grandes brigas permanece no orçamento previsto para a Feira do Livro deste ano que será de R$ 50.000,00 ― valor este, que é CINCO vezes inferior ao valor previsto para a Feira do Livro de Canoas, por exemplo. O apoio e comprometimento da sociedade na discussão e divulgação dessas questões são fundamentais.

Nenhum comentário: